BRIBA ELÉTRICA

Um olhar nervoso na internet

Sobrou pra Jesus

000Domingo, duas horas da tarde o sol carioca de quarenta graus queimando o miolo de todos, quatro ou cinco mesas amarelas de ferro da Sol, emprestadas do bar do Leonor. Paulo, Lucas e Stefany os três vira-latas mestiços de piquines não paravam de correr e babar entre as cadeiras. Stefany com três meses mijava toda a laje, que já estava completamente aromatizada por sua uréia. Barrabas, o papagaio, não parava de falar e chamava de putona toda mulher que passava perto de seu puleiro. Ele já tinha pra quase 10 anos e em matéria de nome feio ele dava um baile de inteligência em toda a família.

Seu Jose, o dono da casa e chefe da familia de camiseta de malha da ultima eleição presidencial e uma bermuda jeans que mostrava metade da sua bunda, suava bicas ao lado da churrasqueira enquanto acendia o carvão. Dona Maria, a genitora deste lar, de blusa amarela de laicra com uma fivela de strass que ela comprou em Caruaru nas ultimas férias, compunha seu visual com um shortinho branco bem junto e um salto alto branco. Ela estava no puxado da cozinha com suas amigas Aurineide, com sua filha de um mês a Paixão e Marriete fritando as coxinhas que iriam servir de aperitivo depois dos croquetes de carne que a Tia Rita tinha feito ontem a noite.

Enquanto isto Auricelio, Aunircleto, Aucinelia, todos filhos de Aurineide juntos com Waldisnei, Francisco Sinaltra, estes filhos de Merriete estavam sentados nas mesas e cadeiras amarelas do bar do Leonor  enquanto bebiam guaraná Jesus e Tubaina de coca.

Dona Gracielem a manicure do bairro estava em um canto da laje com uma bacia de aluminium cheia de água morna no meio das pernas enquanto fazia as unhas de Madalena, a filha adolecente do casal. Com os dois pés cheio de algodão entre os dedos a garota de seus vinte e dois anos esperava o esmalte marrom dos dedos dos pés secar para poder subir no seu tamanco de verniz vermelho.

Mal acabou de dar meio dia quando Pedro Macedo de Scarpa o namorado, bem nascido, de Madalena entra casa a dentro com um ramalhete de rosas do campo para sua sogra e uma Chandon para seu sogro. Pedrinho como era conhecido sempre muito bem composto e cheirando muito bem estranhou ao ouvir que tocava a habitual Núbia Lafayete no som da residência. Naquela data ele esperava ouvir qualquer outra coisa menos o som cafona e costumeiro que era obrigado a ouvir durante todas as domingueiras.

Ao ver Pedrinho sentado seu Jose levou um prato com uma lasca de churrasco de carne, duas coxas de galinha e três lingüiças para a mesa do futuro genro. Afinal tinha que trata-lo bem pois talvez nunca mais sua filha fosse arranjar outro igual. Madalena já na mesa com seu namorado ligava compulsivamente para seu irmão mais velho que não chegava com sua nova e quase esposa para apresentar a família.

O tempo começou a passar as coxinhas já tinham mais gosto de óleo depois de frias que nem mesmo os cachorros conseguiam comer, os croquetes da Rita já tinham acabado a tanto tempo que seu efeito na barriga dos felizardos já estavam fazendo efeito e sempre tinha alguém na porta do banheiro esperando para entrar e se despidir dos restos mortais do croquete. Quanto mais o tempo passava maior era o calor que fazia na laje da família. Aurineide tinha ido colocar Paixão no quarto de Dona Maria para fazer a pequena dormir sob os lufantes de vento do circulador de ar da Faet, quando entra laje a dentro Adalberto Rosa, irmão de Dona Maria e cunhado de Seu Jose, hoje mais conhecido como Karla Patrícia. Adalberto ate a adolecencia um negão, como diria Alcione de “tirar o chapéu”, hoje depois de muito hormônio e três cirurgias em São Paulo, vive em Milano e é uma das mais belas e ricas mulatas brasileiras a fazer muito sucesso fora do pais. Karla em um vestido que fluía em seu corpo e um belo decote que mostrava parte de seus fartos seios, logo pegou uma mesa que em pouquíssimo tempo estava cheia de outras pessoas tentando fazer amisade. Dona Gracielem foi uma das que foi conversar na mesa de Karla e em poucos mitutos já sentia-se sua melhor amiga.

Já era quase três horas da tarde quando Waldisnei foi sentar na mesa de Pedrinho e Madalena, pois eram os que mais se aproximavam da sua idade, todos com vinte e poucos anos. Pedrinho um rapaz muito educado em pouco tempo desenrolava uma boa conversa com o novo colega, conversa tão interesante que depois de algum tempo Madalena se vendo sem espaço saiu para ajudar Dona Maria na lavagem da loca suja. Assim que a garota saiu da mesa Karla troca de mesa passando para a mesa dos garotos. Dona Gracielem que ficou sozinha na mesa resolveu levantar e ir a cozinha ajudar as outras que estavam na cozinha, ao passar embaixo de Barrabas ela não escapou de ser chamada de putona e uma nova risada se fez na laje.

Agora era Barto Galeno o som que ouviase na laje, Stefany continuava a espalhar suas pocinhas de uréia laje a fora, as mesas e cadeiras que estavam todas arrumadas era uma bagunça completa no adiantado da hora. Sebastião, o esposo de Marriete, acabou de chegar na laje pois como era domingo ele so levava o ônibus para a garagem as três da tarde. Como de costume chegou com uma garrafa de cana amarela e uma garrafa de dois litros de Coca-Cola. Madalena continuava a ligar para seu irmão que agora já estava com o telefone desligado.

……………………………………………… Continua

novembro 12, 2009 Posted by | FOFOCA | | Deixe um comentário

Um verdadeiro camaleão

A cada dia que passa ela reinventa-se e deixa todos os seus fãs e ate mesmo aqueles que torcem o olho para ela de queixo caido.  Se é pra ter religião que seja Cabala, afinal não da pra ser algo muito parecido com os mortais. Se é pra casar que seja com Jesus, afinal ela não iria querer nada menos que o filho do homem. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Celebration

Celebração

I think you wanna’ come over, Acho que você quer vir pra cá,
Yeah I heard it through the grapevine Ouvi isso por fofocas.
Are you drunk or you sober? Você está bêbado ou sóbrio?
Think about it, doesn’t matter Pense nisso, não importa
And if it makes you feel good then I say do it, E se isso faz você se sentir bem, então eu digo “faça”,
I don’t know what you’re waiting for Não sei pelo que você está esperando
Feel my temperature rising Sinta a minha temperatura subindo
There’s too much heat I’m gonna’ lose control Está muito calor, eu vou perder o controle
Do you want to go higher, get closer to the fire, Você quer ir mais alto, chegar mais perto do fogo,
I don’t know what you’re waiting for Não sei o que você está esperando
Come join the party, yeah Venha se juntar à festa, sim
Coz’ everybody just won’t do. Porque todo mundo simplesmente não fará isso.
Let’s get this started, yeah Vamos começar com isso, sim
Coz’ everybody wants to party with you. Porque todos querem festejar com você.
Boy you got a reputation, Rapaz você tem uma reputação
But you’re gonna’ have to prove it Mas você vai ter de prová-la
I see a little hesitation, Vejo um pouco de hesitação,
Am I gonna’ have to show you that Eu vou ter que mostrar para você que isso parece certo?
If it feels right, get on your marks Fique em sua marca
Step to the beat boy that’s what it’s for dance para o dançarino que isso serve para isso
Put your arms around me Ponha seus braços em volta de mim
When it gets too hot we can go outside Quando fica muito quente, podemos ir para fora
But for now just come here, Mas agora, apenas venha até aqui
Let me whisper in your ear Deixe-me sussurrar em seu ouvido
An invitation to the dance tonight Um convite para a dança esta noite
Come join the party Venha se juntar a festa
It’s a celebration É uma celebração
Anybody just won’t do Alguém simplesmente não fará isso
Let’s get this started Vamos começar com isso
No more hesitation Sem mais hesitação
Coz’ everybody wants to party with you Porque todos querem festejar com você
Haven’t I seen you somewhere before? Já não te vi em algum lugar antes?
You look familiar? Você parece familiar …
You wanna’ dance? Yeah. Você quer dançar? … Sim.
I guess I just don’t recognize you with your cloths on? Acho que não te reconheci por você estar usando roupas
What are you waiting for? O que você está esperando?
Come join the party Venha se juntar a festa
It’s a celebration É uma celebração
Anybody just won’t do Alguém simplesmente não fará isso
Let’s get this started Vamos começar com isso
No more hesitation Sem mais hesitação
Coz’ everybody wants to party with you Porque todos querem festejar com você
Come join the party Venha se juntar a festa
It’s a celebration É uma celebração
Anybody just won’t do Alguém simplesmente não fará isso
Let’s get this started Vamos começar com isso
No more hesitation Sem mais hesitação
Coz’ everybody wants to party with you Porque todos querem festejar com você
Boy you’ve got it Garoto, você conseguiu
It’s a celebration É uma celebração
Coz’ anybody just won’t do Porque ninguém simplesmente não fará
Let’s get it started Vamos começar com isso
No more hesitation sem mais hesitação
Coz’ everybody wants to party with you Porque todos querem festejar com você
Boy you’ve got it Garoto, você conseguiu
Coz’ anybody just won’t do Porque ninguém simplesmente não fará
Let’s get it started Vamos começar com isso
No more hesitation sem mais hesitação
Coz’ everybody wants to party with you Porque todos querem festejar com você

outubro 2, 2009 Posted by | FOFOCA, POSSO DESABAFAR ? | , , | Deixe um comentário